Rapidinhas

NIGEL RODDIS/REUTERS
NIGEL RODDIS/REUTERS

O título não é original, mas estou devendo conteúdo no blog. Minha vida pessoal sofreu um grande mudança nos últimos meses e o tempo livre para escrever é cada vez menor, senão nulo. Mas é uma nova fase que estou adorando…Voltando ao motorsport, passou as 500 milhas de Indianapolis, as 24hrs de Le Mans, o GP de Silvertone, MotoGP e o Rally da Grécia e não o blog recebeu nenhuma linha pós corrida sobre estes eventos.

Então, resolvi juntar tudo num único post.

Fórmula 1 – GP de Silverstone – A prova do último domingo tinha tudo para ser uma das melhores da temporada até agora, mas foi ofuscada pela Pirelli. Apesar que, tudo o que aconteceu poderia não ter acontecido se a Pirelli disponibilizasse pneus mais confiáveis. Mas tudo tem que ser revisto em nome da segurança dos pilotos. Exagero ou não, algo mais grave poderia ter acontecido na Inglaterra. Por sorte o prejuízo foi na pontuação. Hamilton ganharia fácil e Massa com certeza terminaria no pódio.

FREDERIC LE FLOC’H – DPPI Media

24Hrs de Le Mans – A Audi levou de a melhor de novo e tivemos um brasileiro entre os 3 melhores. O favoritismo do time de Ingolstad era claro, mas a Toyota trabalhou bem e conseguiu colocar um de seus carros na 2º posição. Di Grassi estreou com o pé direito, em 3º, recebendo elogios do chefe da equipe alemã durante a semana. Tomara que isso renda mais provas ao Brasileiro. Bruno Senna, outro piloto nacional presente em Sartre, também estreante, não foi tão feliz. Não pelo resultado, quase venceram na categoria, mas pela morte de Alan Simonsen no início da maratona.

500 Milhas de Indianapolis – Brasil no pódio novamente! Chegou a vez de Tony Kanaan. Num final de prova emocionante, o baiano teve competência e sorte, principalmente no final, com todos os Pace-Cars. Tony é um dos pilotos mais carismáticos atualmente e esta conquista, depois do que aconteceu em São Paulo, foi mais que merecida. Tomara que ele continue nesta evolução e que vá para uma equipe mais estrutura ou que a KV se torne mais competente.

AFP - Josep Lago
AFP – Josep Lago

MotoGP – The Doctor voltou ao posto mais alto do pódio depois de quase 3 anos sem vitória e Jorge Lorenzo operou a clavícula na quinta e correu no sábado, chegando na 5º posição. O que quer dizer Rossi não está acabado e que não basta ser louco em atingir altas velocidades em 2 rodas, tem disputar posições recém operado. Estes caras são mitos…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s