F1 2013 – GP de Mônaco

EFE
EFE

Finalmente Rosberg venceu!

Depois de 3 poles e nenhuma vitória, a Mercedes conseguiu traduzir a vantagem conquistada na classificação em bom resultado na corrida. Principalmente pelo traçado travado de Mônaco, que além de limitar o consumo do pneu, não permitia ultrapassagem, quando, em alguns momentos a Red Bull estava melhor. Além disso, os alemães foram beneficiados pelas entradas do Safety Car, que apesar de acabar com a vantagem para o P2, ajudava na conservação dos pneus.

A “diversão” (para os espectadores) foi Sergio Perez. Enquanto nada mudava no pelotão principal, o único que procurava ação era o mexicano. O resultado da agressividade do recém chegado à McLaren com as ruas estreitas de Monte Carlo não poderia ser diferente do que vimos nesta manhã.

Sutton Images
Sutton Images

Começou se estranhando com Button já na largada, que rendeu reclamações pelo rádio. Depois de ultrapassar seu companheiro de equipe, tomou a 6º posição de Alonso. Seu ponto preferido era na saída do túnel e a próxima vitima era ninguém menos que Kimi Raikkonen. Na primeira tentativa, ambos passaram direto na chicane e sobrou um “idiota” para Chapolin. Já nas últimas voltas Raikkonen fechou a porta, espremendo a McLaren no muro. O pneu da Lotus furou e a direção da prova não liberou o áudio do finlandês, afinal a F1 é um programa de família. Kimi ainda terminou em 10º. Para completar a lambança, algumas voltas depois, Perez com problemas no carro quase acerta (de novo) Button, em uma manobra que não ficou claro se a intenção era entrar nos pits ou o quê.

Fim de semana para a Ferrari esquecer. Depois do acidente no 3º treino livre, que o tirou do classificatório e o fez largar em 21º, Massa bateu no mesmo ponto, abandonando a prova e causando a entrada do primeiro Safety Car. Enquanto isso, lá na frente, Alonso não conseguia atacar Raikkonen e passou a ser atacado por Button e posteriormente por Perez, que o ultrapassou. Já no final, foi superado por Adrian Sutil e, finalmente, por Button, terminando em 7º graças à lambança do Perez, que abandonou e forçou a parada do Kimi.

No final das contas, não foi nem de longe a melhor corrida do ano, mas Mônaco conserva seu charme. A próxima prova será no Canadá, nos dias 07, 08 e 09 de Junho.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s