Fórmula 1

F1 2012 – GP do Brasil (2)

Sutton Images

Vettel é tri!!!

Na melhor corrida do ano, Button venceu e, apesar do pódio de Alonso, P2, Vettel tornou-se o mais jovem tricampeão da história da F1. Em uma corrida frenética, só deu para respirar na volta 23, quando o Safety Car entrou na pista devido a pedaços de carros que atrapalhavam os pilotos. Tudo isso por causa da chuva. A quantidade de vezes que ela veio e voltou foi de perder a conta, porém esteve presente na maior parte do tempo e mesmo assim o espanhol não conseguiu bater a Red Bull.

O campeonato mudou de mãos em vários momentos, de acordo com as posições dos pilotos. Seb largou mal, perdeu várias posições e ainda foi tocado por Bruno Senna no final da reta oposta, rodou e despencou para a última posição. Felizmente, para o alemão, não houve danos graves ao carro e ele permaneceu na pista. Em uma recuperação incrível, já estava em 8º após 7 voltas. Esteva à frente de Alonso somente na durante a troca de pneus. Fez uma prova disputada, sempre tentando ganhar posições e quase viu todo seu esforço ir por água abaixo quando, já na última metade da corrida, a RBR errou ne estratégia e o deixou na 10º posição.

Press Association

Enquanto isso, Alonso e Ferrari fazia sua parte, mantendo sempre entre os 4 primeiros e, quando os rubro taurinos erravam com Vettel, o título caia em suas mãos com o acidente entre Hulkenberg e Hamilton. O inglês abandonou e o alemão caiu pelas tabelas. Com isso Button saltou para 1º e Massa para 2º, posição que cedeu para Alonso em seguida. O cenário era perfeito até Sebastian Vettel ultrapassar Schumacher, ficando 3 pontos à frente na classificação geral. A única chance seria ultrapassar Jenson, mas a diferença era de mas de 20s.

A festa foi bonita e o título teve um gosto especial após tanta turbulência. Além do toque, o pupilo de Michel Schumacher correu com o escapamento danificado, o rádio pifou e em uma das paradas os mecânicos esqueceram um dos pneus. Ao parar no pitlane, depois da bandeirada, parecia meio desnorteado. Deu um meio abraço em Christian Horner, se virou para seguir para os boxes e estancou. Deu meia volta, abraçou seu chefe de equipe novamente e correu para comemorar com a galera. Depois disso, foi para os boxes festejar com os mecânicos e engenheiros.

O 3º lugar de Felipe Massa foi emocionante, principalmente no pódio. Considerando o difícil começo de temporada e sua retomada nas últimas provas, um terceiro lugar em casa foi um ótimo sinal para 2013. Largou bem, tomou a posição do Button e brigou por posições por toda a prova. A primeira estratégia, de permanecer com pneus de pista seca, quando começou a garoar, não seu certo mas se recuperou e terminaria em segundo se Alonso não brigasse pelo título.

Sutton Images

A Force India andou muito bem e terminaria com dois carros, não fosse o acidente de Di Resta no final e poderia ter vencido com Hulkenberg, que apesar da punição, não teve culpa no acidente que tirou Lewis da prova. A Williams, por sua vez, teve um domingo para esquecer. Seus dois pilotos abandonaram antes de completar uma volta. Schumacher, que fazia sua última prova, não foi excepcional mas fez feio, terminou em 7º recebeu diversas homenagens. Dessa vez o alemão para de vez.

Sem dúvida nenhuma, este foi um dos melhores campeonatos a história da Fórmula 1 e esta foi a melhor prova da temporada. Em Março de 2013 as máquinas e os campeões estão de volta às pistas e se tiver metade da emoção desse, estamos feitos.

Sutton Images

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s