Fórmula 1

F1 2012 – Singapura

Sutton Images

Nove corridas depois, Vettel conquistou sua segunda vitória no ano e voltou à briga pelo título. Numa prova que pode ser dividida em duas partes, até a entrada do Safety Car e depois do carro de segurança. A primeira metade foi monótona, com pouca ação. Até a largada, com Hamilton e Maldonado dividindo a primeira fila, foi tranquila. Lewis disparou na frente e tinha a corrida na mão, até ser traído por seu carro. Na volta 23, o MP4-27, devido a problemas no cambio, não engatou marcha nenhuma. Melhor para o Alonso, que terminou em 3º, só se Button tivesse ultrapassado Vettel. Mas não foi o que aconteceu. Mesmo com a redução de 37 para 29 pontos para o segundo colocado, o espanhol ainda tem uma vantegem confortável, que deve ser mantida se sorte permanecer do lado vermelho do duelo. Claramente a McLaren tem o melhor carro. Mais equilibrado e mais rápido, infelizmente, para os ingleses, não o mais confiável. Se Fernando Alonso for tri em 2012, será por falha da equipe de Hamilton e Button. Ora falha mecânida, ora erro dos mecânicos.

Felipe Massa tinha tudo para querer esquecer a corrida de hoje. Parou na primeira volta, por causa de um pneu furado, voltou mais de 30s atrás do penúltimo colocado e ficou em 24º por mais de 10 voltas. Com pneus macio, o composto mais duro do fim de semana, fez boas voltas mas parecia que não saía do lugar. A história mudou com as estradas do Safety Car. Primeiro com Karthikeyan, que acertou o muro e depois com strike de Schumacher no Vergne. Na primeira, Massa colocou o pneus super-macio e permaneceu na pista na segunda. O resultado, depois da prova ser reestabelecida, foi Senna em 9º e Massa em 10º. A partir daí, já no final da corrida, várias disputas por posição passaram a surgir, com todo mundo próximo um do outro. E a melhor de todas foi entre os brasileiros. Massa e Senna fizeram um disputa dura pela 9º posição, houve o toque, Felipe balançou, Senna espalhou, e o piloto da Ferrari levou a melhor. Massa ainda ultrapassou Ricciardo e terminou em 8º. Ótimo resultado, considerando que largou em 13º e pelo que passou, que só não foi melhor porque o pneu acabou nas derradeiras voltas, impossibilitando o ataque à Romain Grosjean. Senna teve problemas e abandonou.

A próxima etapa será no Japão, dias 5, 6 e 7 de Outubro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s