Fórmula 1

F1 2012 – GP de Mônaco – Corrida

Sutton Images

Sexto vencedor em seis provas, algo inédito na F1, Mark Webber venceu o monótono Grande Prêmio da Mônaco. Largou bem, viu a bagunça da largada, quando Grosjean tocou Schumacher, ao defender sua posição, acertou o muro, rodou e abandonou, pelo retrovisor. Só não ocupou a ponta quando Vettel atrasou sua única parada, mas retomou o primeiro lugar rumo à vitória, a segunda do australiano no principado. No Twitter, um amigo resumiu bem a corrida: “Resultado justo. Um vencedor chato para uma prova chata”. Acho o Webber um dos pilotos mais sem sal da categoria.

Fora o acidente na largada, os melhores momentos foram as equipes avisado os pilotos a de chuva para dali alguns minutos, e mais alguns minutos, e mais alguns minutos e todos atrasaram a parada e a chuva não veio – Só uma garoa leve, para dar uma leve emoção, já nas últimas 10 voltas -, Sergio Perez incorporando o Chapolin, homenageado em seu capacete, tentando ultrapassagens como louco e Heikki “Angry Birds” Kovalainen tentando evita-las à todo o custo, causando o abandono de Button, inclusive, que fazia uma prova discretíssima, quase o tempo todo em 14º. Nessa ameaça de chuva, Vergne, da Toro Rosso, resolveu arriscar, colocou pneus intermediários e tentou dar o “pulo do gato”. Não deu certo e o francês desperdiçou o sétimo lugar, que seria sua melhor colocação no ano. Com essa falha na estratégia, e com o abandono de Schumacher, devido a problemas em seu carro, Raikkonen e Bruno Senna entraram na zona de pontuação, ocupando a 9º e 10º posição, respectivamente.

Press Association

Sem tentar nada de extraodinário, Rosberg e Alonso, nesta ordem, completaram o pódio. O que garantiu para o espanhol a improvável manutenção da liderança do campeonato, mesmo com um Ferrari muito abaixo do esperado. Felipe Massa pontou pela segunda vez na temporada, em sua melhor prova, conseguindo o 6º lugar. A manobra de Vettel na metade da corrida, não lhe garantiu a primeira colocação porque a chuva não veio, mas o 4º lugar, à frente de Hamilotn, foi um bom resultado, considerando não ter saído à pista no Q3. Também pela segunda vez no ano a Force India conseguiu colocar seus dois carros na zona de pontos, com Di Resta em 7º e Hulkenberg em 8º.

A próxima etapa será no Canadá, dias 08, 09 e 10 de Junho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s