Fórmula 1

Grande Prêmio do Japão

Steven Tee/LAT Photographic

Aconteceu o que era esperado: Button venceu e Vettel conquistou o bi-campeonato. A prova não foi movimentada mas houve algumas boas ultrapassagens e a melhor estratégia definiu o vencedor. Vettel largou bem, segurou a pressão de Button, que perdeu a segunda colocação para Hamilton. Button recuperou a segunda posição na volta 9, depois de Lewis, que já sofrias com os pneus, errar. Na volta 20 Sebastian Vettel, ainda líder, parou para troca de pneus e Button continou na pista, fazendo uma volta que definiu sua vitória. Parou na 21 e voltou à frente do alemão. Para facilitar a vida do inglês, Vettel antecipou sua parada, por volta da 35, e pegou trafego ao voltar para a pista e perdeu a segunda posição para Alonso. Sebastian ainda pressionou o espanhol algumas voltas, mas tirou o pé logo depois e administrou o resultado. Nas últimas cinco voltas, Jenson começou a sofrer com os pneus e passou a perder meio segundo por volta. Então o campeão de 2009 jogou um balde de água fria na Ferrari e fez a volta mais rápida na 52 e confirmou a vitória. Este resultado confirmou que a McLaren tinha o carro e o piloto – Jenson Button – mais fortes do final de semana e que a pole foi resultado da genialidade de Vettel. Visto que, mesmo largando bem, o piloto do Red Bul não conseguiu uma boa distância para o segundo colocado, diferentemente das outras provas.

Issei Kato/Reuters

Kobayashi e Bruno Senna largaram mal e não fizeram uma boa corrida. O japonês terminou em 13º e o brasileiro, que tentou uma estratégia diferente largando com pneus duros, foi somente o 16º. Barrichello terminou em 17º. Massa largou bem, segurou Fernando Alonso no início da prova, mas depois foi presa fácil na volta 9, foi ultrapassado e fez uma prova discreta. Novamente se enroscou com Hamilton e, apesar de não ter sido nada grave, deixou um pedaço da McLaren na pista e causou a entrada do Safety Car. Teve falatório depois da prova, mas acho que foi disputa normal, assim como em Cingapura. Webber, apesar de fazer um corrida completamente apagada, foi o quarto colocado. Hamilton começou bem, mas teve dificuldades durante e prova e terminou em quinto. Schumacher, que liderou por algumas voltas, conseguiu um bom sexto lugar, à frente de Massa, que ensaiou uma pressão no final, mas não deu trabalho ao veterano. Perez, em uma boa prova, terminou em oitavo depois e largar em 17º. Petrov deu o troco em Senna e foi o 9º colocado e Rosberg, depois de largar em 23º, devido os problemas hidráulicos na classificação, foi o 10º e fechou a zona de pontuação.

A próxima prova, também de madrugada, será na Coréia, dias 14-15-16 de Outubro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s