Fórmula 1

Grande Prêmio de Cingapura

SAEED KHAN/AFP/Getty Images

Jenson Button adiou a festa de Sebastian Vettel. O inglês pulou para a segunda posição na largada e permaneceu nesta posição até o fim da prova. O piloto da McLaren fez uma prova meio solitária, enquanto Vettel disparava na frente, Alonso, que largou bem, até ensaiou um ataque, mas o pneus não duraram e Webber assumiu a terceira posição sem nenhum risco ao campeão de 2009. A corrida de Vettel não dá margem para muitos comentários. Foi perfeito. Largou bem, não perdeu a liderança nem nas paradas e não teve a volta mais rápida por pouco. Não garantiu o bi nesta prova noturna porque Button foi segundo, mas se marcar um ponto em Suzuka, Japão, entra para a história como o bi-campeão mais jovem da F1. Fernando Alonso não subiu ao pódio pela primeira vez em Marina Bay e perdeu a segunda posição no campeonato para Button, por um ponto.

Hamilton conseguiu um ótimo quinto lugar, mesmo largando em quarto. Em uma prova de altos e baixos, largou mal e caiu para a oitava posição, atrás da Mercedes de Schumacher. Quando pensávamos que teríamos outra batalha épica, como foi em Monza, o inglês passou a dupla alemã com uma facilidade enorme. Alcançou Massa voltas depois, no momento que o brasileiro começa a sofrer com o desgaste dos pneus. Mesmo com a McLaren melhor, pararam juntos e na saída Lewis foi para cima de Felipe. Houve o toque na segunda investida, que resultou num pneu furado, Massa, e um bico quebrado, Hamilton. Os dois despencaram pelas tabelas e a direção de prova puniu Lewis com um Drive Through. Daí

Sutton Images

em diante, foi uma prova de recuperação até a quinta posição. Massa terminou em 9º, um bom resultado, considerando as circunstâncias. A Force India foi bem e terminou com Di Resta em sexto e Sutil em oitavo.

Como já é tradicional, o Safety Car rodou algumas voltas em Marina Bay. O protagonista foi Sergio Perez. Ultrapassou Rosberg, que recuperou a posição em seguida deixando o mexicano desequilibrado. Schumacher, mais rápido, chegou rápido e calculou mal o ataque, tocou pneu com pneu com a Sauber, decolou e parou no muro. Mesmo assim a liderança de Sebastian Vettel não foi ameaçada.

Barrichello ficou algumas voltas na zona de pontuação, mas a estratégia de duas paradas não deu muito certo, perdeu algumas posições no final e terminou em 13º. Bruno Senna sofreu com a Renault, que apesar não ser um primor, não é comum frequentar o pelotão em que esteve neste fim de semana. Teve problemas no bico logo depois da primeira parada, voltou aos boxes e chegou a ser o último. Mas recuperou-se e ganhou algumas posições, inclusive de Petrov, seu parceiro e possível concorrente para 2012, e terminou em 15º. O russo terminou em 17º.

SAEED KHAN/AFP/Getty Images

A próxima prova será em Suzuka, Japão, dias 07, 08 e 09 de Outubro. Quem duvida que o bi-campeonato de Vettel é vai ser definido na terra do sol nascente?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s