Fórmula 1

Grande Prêmio da Alemanha

AFP PHOTO / Tom Gandolfini

Depois de 11 provas, Sebastian Vettel não sobe ao pódio. Em um final de semana difícil para o alemão, terminou a corrida de forma emocionante. Após largar na 3º posição e ser ultrapassado por Alonso na primeira curva, dividiu pista o tempo inteiro com Felipe Massa. Ainda recuperou a posição perdida, quando o espanhol escapou, mas não tinha um bom ritmo caiu para a quarta posição logo depois. Massa perdeu tempo atrás de Rosberg, mas chegou em Vettel rapidamente assim que superou a Mercedes. Sebastian voltou na 9º posição depois da primeira troca e Felipe em oitavo. Ambos escalaram o pelotão até o chegarem à P4 e P5, respectivamente. Com estratégia idênticas, esticaram o terceiro stint ao máximo. Ao pararem, juntos, na última volta, para colocarem os compostos médios, os mecânicos da Red Bull foram mais eficientes e o brasileiro terminou mais uma vez em quinto.

Na ponta, Hamilton, Webber e Alonso fizeram um corrida à parte. Revezando entre si as posições, o inglês largou bem e deixou o australiano para trás, abrindo até uma certa vantagem no ínicio. Mark antecipou a primeira troca e recuperou a ponta até a última parada, algumas voltas antes do término da prova. Alonso tentou, mas não conseguiu voltar para pista antes de Lewis, mas conseguiu um ótimo segundo lugar, mostrando que a Ferrari realmente evolui depois do Canadá. Lewis Hamilton mostrou porque é campeão e em uma boa corrida, depois de maus momentos em 2011, fez manobras que lhe garantiram o lugar mais alto do pódio. Principalmente quando recuperou a primeira posição no final da reta dos boxes, momentos depois de ser ultrassado por Webber, e na terceira parada, quando Alonso retornava dos pits com os pneus ainda frio.

Alex Domanski/Reuters

Sutil fez uma boa prova, apesar de discreto e terminou em sexto. Schumacher e Kobayashi andaram bem. O mito largou na 18º posição e já estava na zona de pontos. O veterano alemão largou mal, rodou, mas terminou na oitava posição, à frente do japonês. Barrichello abandonou na primeira metade devido à problemas no motor, e Button, mais próximo ao fim da prova, por causa de problemas hidráulicos.

A próxima corrida será na Hungria, já no próximo final de semana, nos dias 29, 30 e 31 de Julho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s