Fórmula 1

Grande Prêmio da Turquia

Leonhard Foeger/Reuters

Sebastian Vettel não deu chances à ninguém! Perdendo a liderança somente nas paradas, o alemão passeou na Turquia. Largando bem, rapidamente se distanciou dos demais e administrou o resultado o restante da prova.

O degastes dos pneus, mais uma vez, deram o tom da corrida. As ultrapassagens só dimuniram no 3º “Stint” quando a maioria estavam calçados de pneu duro. Mas a Pirelli fez o show acontecer. Houve disputa entre parceiros, Hamilton e Button disputaram posições umas três vezes, Petrov e Heidfeld até se tocaram enquanto dividiam a curva para a reta dos boxes e várias filas triplas, com Rosberg perdendo posição para Massa e Button na mesma curva.

Além de Vettel, Rosberg largou bem e assumiu a segunda colocação de Webber, que mais uma vez largou mal. Mas a posição foi recuperada algumas voltas depois, quando o pneu duro do alemão perdia rendimento. Foi, inclusive, uma bela ultrapassagem por fora. Alonso levanta uma dúvida. A Ferrari está ainda não está no ponto e o espanhol está “tirando leite de pedra” ou o time italiano realmente evoluiu mas Felipe Massa não consegue extrair um bom desempenho de sua 150° Italia? De qualquer modo, Fernando Alonso consquitou o primeiro pódio do ano com um bom 3º lugar e Massa foi o 11º, prejudicado por duas falhas na troca de pneus. Hamilton também sofreu com os mecânicos, não perdeu a quarta posição porque já estava à uma boa distância do quinto colocado. Rosberg, 5º, apostou em usar os duros no início da prova prejudicando resultado final apesar das ultrapassagens no final, quando estava com pneu macio.

Luca Bruno/AP

O inglês Jenson Button protagonizou boas disputas e terminou em sexto. Heidfeld, 7º, e Petrov, 8º, mostraram que a Renault continua o bom trabalho. A surpresa entre os pontos foi Buemi, com a Toro Rosso e Kobayashi, mito, que saiu do último lugar do grid para a 10º colocação na corrida. Schumacher ainda sofre com sua Mercedes e terminou em 12º. A Williams manteve sua má fase com o 14º, Perez, e 15º Barrichello. Uma Virgin, d’Ambrosio, e duas Hispania, Karthikeyan e Liuzzi, completaram a prova, ocupando, respectivamente, a 20º, 21º e 22º posições.

Já no próximo fim de semana, 20-21-22 de Maio, a Fórmula 1 desembarca na Espanha, para a quinta etapa da temporada 2011, no circuito da Catalunha.

Anúncios

2 thoughts on “Grande Prêmio da Turquia”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s